COMO É DIFÍCIL CRIAR PERSONAGENS DE QUADRINHOS!!

Quando pensei no tema desse post, procurei falar de um novo assunto, mas sem fugir muito do tema do post anterior, pois como comentei no Face, este deveria ser, de algum modo, uma continuação.

Não é incomum lá fora, quando um autor não consegue autorização para fazer um encontro entre superseres ou supergrupos de editoras rivais, driblar essa dificuldade com um estratagema simples, mas em muitos casos, não só eficiente, como bastante criativo, com resultados imprevisíveis!

Usando um exemplo famoso, temos o encontro da LJA contra os VINGADORES, que durante anos ficou engavetado por várias dificuldades. Isso não impediu que  a Marvel criasse sua versão da LJA, chamado de ESQUADRÃO SUPREMO com equivalentes de cada personagem que compunha a LIGA.

O mesmo se deu com INVENCÍVEL de Robert Kirkman e Cory Walker, ao criarem uma paródia da LJA, batizados de GUARDIÕES GLOBAIS, ou mesmo o inventivo Erik Larsen  que quando criou SAVAGE DRAGON, criou também todo um universo de sósias para os heróis Marvel e DC.

Agora chegando aos nossos universos tão variados de superheróis nacionais…existe realmente um panteão de seres que povoam a mente dos criadores e leitores nacionais, infelizmente a maioria pouco conhecidos, ou até mesmo aqueles que jamais passarão de apenas idéias nunca levadas adiante.

Mas havendo um boom criativo tão grande, e há mesmo, é quase impossível criar seres totalmente originais. Infelizmente há aqueles que os criam copiando descaradamente outros personagens e há também as coincidências e o que chamo de homenagens, como as citadas no post anterior.

Alguns anos atrás, criei o CAPITÃO ALFA, e um outro personagem que se chama CAPTOR, para logo depois descobrir que outros dois grandes amigos e autores já famosos de quadrinhos tinham heróis semelhantes, eram eles BETO FOGUETE de JJ.MARREIRO e SR. SOTURNO de LORDE LOBO.

Conversando e brincando sobre o assunto, chegamo à conclusão de que certas idéias criativas vagam por aí, soltas no espaço e nossas mentes acabaram por “sintonizá-las” e convertemos isso em criações, cada um ao seu modo.

Com isso nasceram o BETO FOGUETE e o CAPITÃO ALFA, dois patrulheiros espaciais brasileiros. E dois heróis assustadores, com máscaras de caveira, e que existiram por volta da mesma época, os anos 1940, o SR. SOTURNO e o meu CAPTOR, tudo isso saindo de três mentes diferentes sem nunca termos comentado nada uns com os outros.

ARTE FEITA POR LORDE LOBO sobre um confronto entre nossos personagens.

ARTE FEITA POR LORDE LOBO sobre um confronto entre nossos personagens.

BETO FOGUETE o patrulheiro espacial de JJ.MARREIRO.

BETO FOGUETE o patrulheiro espacial de JJ.MARREIRO.

De uma coisa eu tenho certeza sobre meus amigos JJ.MARREIRO e LORDE LOBO, embora tenham criado seus personagens antes de mim, nunca sugeriram que eu os houvesse plagiado, mas além desse questão das coincidências, há também o fato de alguém ser muito fã de um personagem e desejar algo parecido com ele, embora com origens, poderes, visual diferentes. Eu acredito que todo mundo já fez uma versão sua de algum personagem famoso, recentemente conversando com o WATSON PORTELA, lembramos que, quando ele era criança, criara um FROGMAN, cópia descarada até no visual do Homem Aranha, assim também o CHET era um caubói calcado nos moldes do famoso TEX, caubói  italiano de BONELLI.

De modo que, embora eu me relacione muito bem com muitos autores e desenhistas nacionais, e ainda deseje muito ver meus humildes personagens viverem aventuras ao lado de personagens famosos dos quadrinhos brazucas e de nunca ter recebido um não de qualquer que fosse o autor para fazer um encontro entre eles, criei eu também vários personagens baseados em outros já existentes e que povoarão o universo do CAPITÃO ALFA, do SÓRION e outros, e os apresento agora:

O PRIMEIRO é o RAIO CÓSMICO

RAIO CÓSMICO caçador de recompensas espacial

RAIO CÓSMICO caçador de recompensas espacial

Depois de perceber que havia muitos RAIOS criados por Danilo Dias, com seu RAIO ESMERALDA, resolvi tb criar o meu, e assim nasceu este vilão.

O SEGUNDO é METEORO VERMELHO:

Este meu personagem é mestiço de humano e alienígena, e o fiz em homenagem ao METEORO de meu amigo ROBERTO GUEDES.

Este meu personagem é mestiço de humano e alienígena, e o fiz em homenagem ao METEORO de meu amigo ROBERTO GUEDES.

E O TERCEIRO é COMETA HUMANO:

O Cometa Humano, é um jovem que mora na zona norte do Recife, e que enfrenta vários dos problemas comuns às comunidades carentes de uma grande cidade.

O Cometa Humano, é um jovem que mora na zona norte do Recife, e que enfrenta vários dos problemas comuns às comunidades carentes de uma grande cidade.

Como podem ver, a grande admiração que tenho,  pelos heróis criados por meus amigos e mestres quadrinhistas JJ.MARREIRO, LORDE LOBO, SAMICLER GONÇALVES e ROBERTO GUEDES, me permitiu criar heróis que talvez um dia venham a ser tão famosos qto suas fontes de inspiração, sem jamais precisar copiar a obra de meus colegas, porém fazendo a eles uma homenagem e dando aos leitores a oportunidade de conhecer novas possibilidades, novos universos.

personagem criado por ROBERTO GUEDES.

personagem criado por ROBERTO GUEDES.

personagem criado por SAMICLER GONÇALVES.

Bem amigos, torço muito para que todos os brasileiros que amam quadrinhos e que tenham uma idéia para um universo inteiro, sim porque mesmo que vc crie apenas um personagem, surge com ele todo um universo de coadjuvantes, passem a de fato colocar pra fora todas as suas idéias. Não se preocupe se já existe algo parecido, crie o seu e dê vida a ele, em algum momento de sua história ele irá se distanciar daquele que parece com ele. Mostrem seus personagens e acima de tudo,contem as suas histórias, porque como já disse meu amigo LORDE LOBO, um personagem só existe qdo suas histórias são contadas, sejam no papel ou on line! GRANDE ABRAÇO A TODOS!

Anúncios

Sobre bragacamara

Sou um cara fissurado por quadrinhos bem feitos, livros, séries de tv, filmes e cinema. O tema que prefiro normalmente são as aventuras, sejam elas no espaço, fundo do mar, nas cidades, selvas, desertos, enfim, aventuras e superheróis são minha predileção.

Publicado em abril 1, 2013, em Uncategorized e marcado como , , , , , , , , , , , , , , . Adicione o link aos favoritos. 7 Comentários.

  1. Belo artigo, Braga. Dá uma checada no parágrafo 9 (acho que o nome do Beto Foguete ficou truncado na digitação).

    Achei extremanebte pertinente seu texto, inclusive achei que seus personagens novos tem uma leve inspiração em tom de homenagem , mas há elementos de design que efetivam a distinção claramente. As pessoas falam de personagens semelhantes como Namor e Aquaman ou GAvião Arqueiro e Arqueiro Verde sempre evidenciando poderes e elementos de coincidencia, mas esquecem isto que vc menciona no texto (e que muitas vezes conversei tb com nosso amigo Lorde Lobo): o que faz um personagem são suas histórias. O que define uma personalidade distinta de outra é o modo de agir diante de um fato, diante de um problema – dentro de uma narrativa (seja um conto, uma webcomic, seja um fanzine).

    Nos tempos da popularidade dos fotologs tinha uma turma grande que criava visuais de heróis e postava um desenho e uma sinopse no estilo “poderes e armas”. Um visual solto não constitui um personagem, mas sua interação com outros. Como é que a gente pode ficar fã de um personagem se a gente vê apenas um desenho dele? O legal é ler as histórias e descobrir como é sua interação com o universo que o cerca.

    Hoje em dia os personagens não são mais apenas personagens. Spawn por exemplo, BAtman, Homem-Aranha… são marcas. EStão ligadas a produtos e mesmo assim são suas hqs que fazem a dinâmica acontecer. O problema de criar muitos personagens é não conseguir tempo hábil para produzir material específico para cada personagem. É muito bacana porém quando podemos engendrar crossovers e mega-encontros entre personagens e trazer todos a um memso ponto do “multiverso” 🙂 Essa magia por enquanto ainda é uma prerrogativa do mundo mágico dos quadrinhos:)

    • Grande amigo JJ!! Sua visita é mais do que apreciada e seu comentário mais ainda! Olha, correção feita! Acho que a hora, eram umas quatro da manhã e eu estava escrevendo o post, aí deu uma truncada no cérebro!!
      Mas como vc bem observou, precisamos de hqs, para mostrar quem sãoa os personagens, só um desenho e definição de personalidade e poderes, e outros detalhes sem histórias, não nos levarão a nada, por isso, viva vocês que já publicaram várias hqs, e continuam nos incentivando! Grande abraço amigo, vcs todos, criadores são uma fonte de inspiração sempre!

  2. Muito bom o seu artigo… e inspirador também!! Grandes personagens os seus, amigo, com potencial pra aventuras incríveis!!! É uma pena que não haja incentivo por parte de editoras pra tornar os quadrinhos nacionais um “febre” entre leitores adolescentes… e até marmanjos como nós. Seria tão bom viver dos desenhos e das histórias que inventamos…

    • Seria muito bom né Antonio, mas se ainda não dá, cabe a nós pavimentarmos uma estrada, publicando nossas hqs seja on line, ou no papel, mas mostrar sempre nosso potencial, por isso contamos com vc e olha, estou devendo aquele roteiro, mas já estou preparando ok? Conto contigo!Abraço comente sempre!

  3. Olha eu sinceramente não sei como funciona o mundo dos HQ na parte de criação de personagem tipo falo desenhar o personagem, mas eu fico fascinada como vocês criam os personagem. No meu caso eu crio, mas só em histórias nunca passei para o papel a ideia do personagem, mas acho demais como um personagem cria vida do nada e como ele enche você. Ok! Talvez isso seja paranoia da minha cabeça, porém muitas pessoas relatam que os personagens criam vida e ganham mais do que o papel e a nossa imaginação e a prova disso são pessoas que desenvolvem belíssimos trabalho como o seu e de muitos outros brasileiros. Mas eu creio que um dia vamos formar uma liga de heróis brasileiros.

    Adorei o texto!

  4. Gostaria de fechar arceria com vocé Braga para quem sabe publicarmos algo impresso pela NHQ. Onhec o sistema de publicação sob demanada da NHQ?

  5. Olá, Braga, meu amigo!
    Antes de qualquer coisa, deixo aqui, registrado, os meus PARABÉNS pelos teus personagens, dos quais sou grande admirador.
    Sobre o artigo, não tenho mais nada a acrescentar! Sábias palavras!
    Um grande abraço e vamos em frente!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: